Cases

Cosan e Shell se uniram para formar a Raízen: uma empresa que nasceu gigante

Cosan e Shell se uniram para formar a Raízen: uma empresa que nasceu gigante

Quando duas grandes empresas se unem, a fusão vai muito além do nome. É preciso comunicar a sociedade, o mercado e, principalmente, solidificar a nova cultura com os empregados. Foi nessa frente que ajudamos a Raízen, joint venture entre Shell e Cosan.

A empresa já nasceu grande. Com um valor de mercado de aproximadamente US$ 12 bilhões, a Raízen tinha cerca de 45 mil empregados e uma rede de 4,5 mil postos. Assim como ela, o nosso desafio não era pequeno: era preciso que os funcionários aderissem à nova cultura. Por isso, focamos o trabalho em trazer argumentos positivos, que despertassem o orgulho de fazer parte dessa nova empresa. Além disso, destacamos a importância do funcionário como embaixador da fusão. O processo de comunicação teve duração de dois anos.

O primeiro momento tinha como objetivo reforçar a ideia de uma empresa que já nascia gigante, com mensagens muita focadas na Filosofia Empresarial. Já o segundo momento era uma transição da identidade: valorizamos a história das pessoas e empresas, reforçamos o tamanho da empresa hoje e mostramos como a soma era positiva e interessante para o futuro que estava sendo traçado. Para finalizar o processo, as atitudes corporativas foram trabalhadas e internalizadas.